-
-

Quem nunca quis viver o american dream? Até hoje, os Estados Unidos continua na lista de destinos favoritos dos brasileiros. Sempre muito retratado em filmes, séries e livros, o estilo de vida dos americanos está sempre nos rodeando, o que só instiga o desejo de viver isso pessoalmente. Se esse é o seu caso, temos uma boa notícia: intercâmbios para o país estão em alta. De acordo com a Brazilian Educational & Language Travel Association (Belta), os EUA ocupa o segundo no lugar no ranking de destinos mais procurados para intercâmbio, perde apenas para o Canadá.

Não é novidade que o país é uma potência mundial, em termos de economia, com um Produto Interno Bruto (PIB) que, em 2015, foi de quase 18 trilhões de dólares – e a perspectiva é a de que, em 2016, esse número aumente em 2%. Toda essa riqueza encanta os cidadãos de todo o mundo e atrai vários imigrantes para o país.

À parte de todo o sonho, o país é uma ótima opção para se morar e aprender inglês. Veja aqui 12 motivos para os Estados Unidos serem sua preferência de destino para intercâmbio.

-
-
  1. Instituições de excelência

O país conta com dezenas de universidades na lista entre as 100 melhores do mundo e centenas de opções de programas de intercâmbio e incentivo à pesquisa. Seis das 10 universidades melhores colocadas no QS World University Rankings 2013/2014 são estadunidenses. Ou seja, você terá a possibilidade de ter uns dos melhores ensinos do mundo com a Universidade de Harvard, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts e a Universidade Stanford, por exemplo.

 

  1. Flexibilidade acadêmica

As instituições permitem que você monte sua própria grade curricular a partir de uma série de cursos que contemplam os requisitos do programa que você escolher. Na maioria das universidades, inclusive, você não entra em um curso específico, mas em uma área de conhecimento e, depois, se especializa. Então, você pode se aprofundar com facilidade em uma esfera que seja do seu interesse.

 

  1. Bolsas para atletas

Os esportes são grandes diferenciais e muito valorizados pelo país norte-americano. Há diversos estudantes que, desde o ensino médio, já conseguem bolsa (até integral) de estudo nas instituições. Ou seja, se você é um atleta, além de poder se qualificar ainda mais no esporte de seu interesse, ainda pode ter superbenefícios nas escolas e universidades do país.

 

  1. Suporte aos estudantes

O país possui o maior número de estudantes internacionais do mundo. Com isso, as instituições possuem estrutura para auxiliá-los ao longo da sua estadia. Isso não acontece, por exemplo, em alguns países europeus.
 

  1. Sociedade cosmopolita

Por contar com um grande número de imigrantes, é possível encontrar pessoas de todas as partes do mundo, facilitando a adaptação ao chegar ao país. Hoje, o número de imigrantes no país compõe 13,7% de sua população, com perspectiva de 14,9% em 2025. Isso ainda te dá a chance de ter contato com pessoas do mundo inteiro em apenas um país.

 

  1. Economia estável

O país possui a maior economia do mundo, com alta qualidade e baixo risco. Então, sem preocupações com crises e esses assuntos chatos. À parte de fases esporádicas, o país mantém uma taxa de crescimento constante – que, mesmo em suas fases ruins, persiste sendo a maior economia do mundo. Em 2015, esse crescimento foi de 2,4%.

 

  1. Tecnologia de ponta

As universidades americanas proporcionam o melhor da tecnologia e recursos inovadores para seus estudantes. Afinal, é um dos países mais ricos e com umas das maiores instituições de ensino do mundo! Fala sério, imagine estudar sempre com o mais novo da tecnologia?
 

  1. Oportunidades de emprego

Estudantes internacionais podem, por direito, trabalhar no país por um ano após o término da faculdade – no site do serviço de imigração dos EUA, eles explicam direitinho. Isso permite uma experiência profissional e pessoal, permitindo criar uma rede de contatos no exterior. Durante o curso, também já é quase tradicional os estudantes irem para os Estados Unidos e trabalharem como garçons e garçonetes em um café, de bartender e outros empregos do tipo – sempre terá um jeitinho de você ganhar seu dinheiro no país.

 

  1. Enriquecimento cultural

Conhecer uma nova cultura, novas pessoas e, além disso, ter a oportunidade de viajar pelos Estados Unidos permitirá que você aumente sua bagagem cultural e visite lugares incríveis. Sem contar que você viverá toda a cultura que você vem vendo, desde criança, nos produtos culturais e na mídia. Demais, né?
 

  1. Versatilidade

Os Estados Unidos são uma união federada de 50 estados, todos com certa autonomia e diferenciação legais, e têm uma extensão continental, com costas leste e oeste. Esse fator te permite escolher seu estado destino de acordo com diferentes variáveis, como leis, clima e relevo de seu agrado.

 

  1. Reconhecimento internacional

Os programas e a experiência de estudar nos Estados Unidos são bem vistas pela maioria dos recrutadores de grandes empresas. Isso é emprego quase que garantido em sua volta para o Brasil.
 

  1. Qualidade de vida

O país conta com excelente infraestrutura nas áreas da saúde, lazer e segurança, estando em 6ª posição de melhor qualidade de vida em 2015, de acordo com a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos (OECD).

 

Ok, eu decidi ir! E agora?

Agora que já te convencemos de que esse é um dos melhores destinos de seu intercâmbio, é hora de você saber algumas informações necessárias para sua vivência nos Estados Unidos. Saiba, aqui, mais detalhes sobre a qualidade e o custo de vida do país.

 

Custo de vida

É válido lembrar que esses valores são apenas uma média e variam muito de acordo com o estado onde você deseja morar. 

-
-

Abaixo, você ainda pode ver um gráfico que informa qual são os estados mais caros e mais baratos para se morar.

-
-

Programas de intercâmbio

Desde aprender inglês até realizar um curso de pós-graduação em alguma universidade, os Estados Unidos te dão abertura para diferentes tipos de programas disponíveis. Veja alguns detalhes sobre cada um:

Cursos de inglês

Os cursos de inglês em escolas de idiomas internacionais são fundamentais para quem quer aprender ou aprimorar o idioma. Eles possuem diferentes módulos e níveis, que variam de acordo com o conhecimento da língua, e podem durar de duas semanas a seis meses.

Algumas das mais renomadas escolas de idiomas do país:

  • ELI – English Language Institute, em San Francisco.

  • Zoni English Language Centers, em Miami, New Jersey e New York.

  • Global Village, no Hawaii.

  • LSI – Language Studies International, em Berkeley, Boston, Nova York e San Diego.

High School

Um estilo tradicional de escolas americanas no ensino médio é muito almejado pelos brasileiros; estamos sempre rodeados por essa realidade através, principalmente, dos filmes estadunidenses – cheerleaders, atletas, grupos de amigos de todas as tribos, enormes refeitórios, escaninhos, troca-troca de salas de aula, disciplinas eletivas.

Os especialistas da área pedagógica sugerem que o intercâmbio High School seja feito em exato um ano acadêmico. Outra sugestão é que o aluno faça o Senior Year lá – ou seja, o ano de formatura –, pois assim, como o ensino médio estadunidense tem um ano a mais, o aluno não fica em descompasso com o ensino que teve no Brasil. Daí, ele pode aproveitar melhor as disciplinas eletivas e também ter a experiência de se formar em um colégio norte-americano.

College

Quando estamos falando de cursos de graduação, estamos falando de formação profissional e pessoal, o que influenciará na sua performance no mercado de trabalho. Como você já pôde ver aqui, os Estados Unidos têm umas das melhores universidades do mundo, o que te garante diferenciais nas suas formações e, consequentemente, no mercado de trabalho.

O ideal é ficar no país pelo menos um período universitário, ou seja, seis meses. E há várias maneiras de realizar esse processo: você pode, por exemplo, conferir com sua universidade se há parcerias com instituições no país ou ir até uma agência de intercâmbio para ser a mediadora do caso.

Work and travel

Uma ideia interessante para quem quer realizar um intercâmbio é ir a trabalho. Há agências brasileiras, parceiras de organizações americanas, que já disponibilizam uma vaga de trabalho no país – após, claro, todo o processo burocrático de entrevistas, certificação de fluência do idioma e coisas do tipo.

Um dos mais procurados dessa categoria é o trabalho na Disney World. A Disney recebe visitantes do mundo inteiro e, por isso, também contrata representantes culturais de diferentes países – principalmente universitários que estejam, pelo menos, no segundo período de curso. Os selecionados trabalham nos restaurantes, nas atrações, nos serviços gerais etc.

Au Pair

O trabalho de Au Pair também é um dos protagonistas. Com ele, você pode ficar hospedado em uma casa família e trabalhar como babá das crianças da casa, cuidador de idoso ou de portadores de necessidades especiais. Então, você é remunerado, tem hospedagem, alimentação e trabalha cerca de 30 horas semanais. A função é melhor atribuída a pessoas de 18 a 30 anos de idade.

 

Visto

Qualquer pessoa viajando aos Estados Unidos precisa de uma autorização. Atualmente, o país está adotando um sistema eletrônico para autorização de viagem, o ESTA – Electronic System for Travel Authorization, que é para fins apenas turísticos com até 90 dias de duração. Ou seja, estudo e trabalho não podem ser feitos enquanto estiver apenas com essa autorização, invalidando-o em casos de intercâmbios. De qualquer forma, o Brasil, infelizmente, ainda não está na lista de países inclusos no ESTA.

Então, nossa alternativa é pedir um visto para não imigrante. Primeiro, preenche-se um formulário online e, depois, acontece a etapa presencial em uma das quatro cidades que têm um Consulado ou Embaixada Americana – são elas: Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Salvador. Esse processo deve ser feito com pelo menos três meses de antecedência à viagem. A título de curiosidade, o visto de estudante é de categoria F e é destinado a cursos de inglês, universitários e High School; já os vistos de intercâmbio, categoria J, são para programas de Au Pair, Work and Travel e outros.

Se você está inseguro de fazer tudo isso por sua conta, há empresas despachantes que facilitam o processo para você. Depois disso, é só seguir seu destino e aproveitar o que os Estados Unidos da América têm de melhor para te oferecer!

 

Os Estados Unidos estão te esperando, e a UPTIME International facilita a realização do intercâmbio e dos seus sonhos! Clique aqui e descubra mais sobre como podemos te ajudar.